NEWS

Relatório afirma: a chave para o engajamento é manter seus e-mails fora da caixa de spam

Saiba como usar esta poderosa ferramenta a seu favor, envolvendo o público frequentemente

Um novo relatório da Return Path afirma que o desligamento de assinantes de e-mail pode ser um sinal de que suas mensagens podem chegar em breve à caixa de spam.

Se você está enviando muitos e-mails, já sabe que a pasta de spam não é o lugar desejado, mas não é o único lugar que você não quer acabar.

Com o aumento da organização da caixa de entrada nas plataformas de e-mail, principalmente no Gmail, ficou mais fácil do que nunca receber um e-mail na sua caixa de entrada e nunca mais visualizá-lo. Este desligamento pode levar a aparições futuras na pasta de spam, diz o serviço de e-mail marketing Return Path.

No documento divulgado pela Return Path, “Métricas ocultas da entrega de e-mails de 2019”, a empresa deixa claro que, embora o canal de e-mail ainda esteja obtendo muito sucesso, há uma linha tênue entre a campanha de hits e o desligamento total.

Enquanto 9% de todas as mensagens analisadas atingiram a pasta de spam no ano passado, outros 16% foram excluídos antes de serem lidos. Juntas, essas taxas foram mais altas do que a taxa de leitura de 24%, que reflete e-mails abertos e lidos, vistos em média nos setores – embora, do lado positivo, essa taxa de leitura tenha aumentado 2 pontos percentuais em relação ao ano anterior.

É digno de nota para as associações em particular: as taxas de leitura costumam ser menores em setores que podem se aplicar a grupos industriais, com 16% de e-mails de grupos educacionais, sem fins lucrativos e governamentais sendo abertos.

Na categoria de negócios e marketing, a taxa foi de 17%. Além disso, os e-mails educacionais, sem fins lucrativos e governamentais tiveram a maior taxa de colocação de spam de qualquer categoria pesquisada, com 19%. Já as mensagens comerciais e de marketing tiveram a maior taxa de reclamações, 1,4% – muito acima da média geral de 0,39%.

Então, o que e-mail marketing deve fazer?

O segredo pode estar em engajar previamente os assinantes e mantê-los envolvidos. Em conversa com o BizReport, Tom Sather, diretor sênior de pesquisa da Return Path, observou que os principais provedores de e-mail estão se concentrando em manter os assinantes envolvidos, o que significa tomar providências para trabalhar com eles e mantê-los felizes desde o início.

O relatório destaca esse ponto, observando que 34% dos novos inscritos são perdidos no primeiro mês e que muitas campanhas de reengajamento não ocorrem até muito depois de o membro ter se inscrito.

“Em vez de esperar oito meses, tente enviar uma campanha de ‘winback’ (retorno) ou alguma outra atração para fazer o leitor voltar a se envolver, enquanto os assinantes ainda podem lembrar porque gostaram do seu programa de e-mail”, diz o relatório.

“Na verdade, os e-mails de retorno têm uma taxa média de leitura de 20%, o que significa que você pode potencialmente reativar um em cada cinco assinantes descomprometidos”.

Sather diz que a chave para o engajamento é conhecer suas estatísticas – algo que ele diz que menos de um terço dos profissionais de marketing está rastreando.

“Este estudo demonstra que manter os assinantes ativamente envolvidos com o seu programa de e-mail é um fator importante na capacidade de entrega de e-mail”, disse Sather à BizReport.

Confira o relatório aqui (conteúdo em inglês)

Adaptado do conteúdo original da ASAE (American Society of Association Executives).